Quais os principais tratamentos do Ceratocone?

Quais os principais tratamentos do Ceratocone?

Conheça os principais tratamentos do Ceratocone.

Ceratocone é o encurvamento e afinamento progressivos da córnea que causa uma deformação em formato de cone. Apesar de ainda não conhecermos o que causa, sabemos que há um fator genético e o tratamento varia com o estágio da doença, variando de óculos e lentes de contato até cirurgias.

No ano de 2015 um grupo de cientistas e médicos de todo o mundo definiu os protocolos para tratamento do ceratocone (Global Consensus on Keratoconus and Ectatic Diseases) e o tratamento pode ser não cirúrgico ou cirúrgico:

  1. Não coçar ou esfregar os olhos é o primeiro tratamento para evitar a progressão da doença. Em caso de pacientes com alergia podem ser utilizados colírios antialérgicos e lágrimas artificiais;
  2. Lentes de contato são extremamente úteis para a reabilitação da visão, mas não impedem a progressão da doença. A escolha do tipo de lente vai depender de inúmeros fatores como o estágio da doença, a idade do paciente, mas o mais importante é a capacidade de aderência ao uso das lentes;
  3. Crosslinking pode ser utilizado para evitar a progressão da doença e é um procedimento minimamente invasivo;
  4. O implante de anel intracorneano é uma alternativa especialmente para pacientes que não se adaptam ao uso de lentes de contato;
  5. A ceratoplastia lamelar anterior profunda é basicamente um transplante de córnea em que a camada mais profunda da córnea do paciente é preservada e são transplantadas as camadas mais superficiais;
  6. O transplante de córnea é a opção mais drástica para o tratamento do ceratocone e deve ser avaliada com cautela pois apesar de ser uma técnica extremamente bem estabelecida e segura, é o procedimento com mais riscos associados.

Ficou com dúvidas?

Precisa de mais informação sobre o tratamento do Ceratocone? Clique aqui e agende sua consulta.

Fale conosco