A Miopia pode voltar depois da Cirurgia Refrativa?

A Miopia pode voltar depois da Cirurgia Refrativa?

A miopia pode voltar depois da cirurgia refrativa. Mito ou Verdade?

Dizer adeus aos óculos é um sonho de muitos. A cirurgia de correção do grau (refrativa) tem sido cada vez mais procurada pelos pacientes que buscam a independência aos óculos ou lentes de contato.

Atualmente contamos com várias técnicas para correção da miopia, entre elas o LASIK , o PRK e o SMILE. Conhecer como a cirurgia é realizada, suas indicações e o que pode dar errado, é muito importante antes do paciente tomar essa decisão.

A consulta com um especialista em cirurgia refrativa é muito importante para que os exames pré operatórios sejam realizados e avaliados. Não somente o exame do grau do óculos do paciente mas também o estudo da curvatura e da espessura da córnea. A avaliação dos riscos a longo prazo para cada caso examinado é muito importante também.

Normalmente um bom candidato á cirurgia de miopia deve:
  • – ter mais de 18 anos;
  • – ter algum grau de dependência ao uso da correção;
  • – estar usando o mesmo grau ou com pouca variação deste grau há 1 ano ou mais;
  • – apresentar exames de curvatura dentro dos padrões de normalidade ( topografia da córnea);
  • – ter espessura de córnea dentro dos níveis considerados seguros para o procedimento;
  • – não apresentar ceratocone;
  • – não apresentar nenhum tipo de doença oftalmológica/reumatológica em atividade.

Uma vez que o paciente apresente todos os pré requisitos necessários para realizar o procedimento ele deve saber que a cirurgia é programada para corrigir exatamente o seu grau entretanto alguns fatores como:

  • – cicatrização;
  • – progressão do grau – mesmo que já estável a algum tempo;
  • – regressão do tratamento realizado

Podem favorecer o aparecimento de algum grau residual ao longo do tempo.

Consideramos que se esse grau residual estiver dentro de +ou – 0.50 dioptria, não afetará a independência desejada ao óculos e não precisará de re operação ou retoques futuros. Uma pequena porcentagem de pacientes pode apresentar grau residual acima do desejado e ai deve ser reavaliado pelo especialista quanto a necessidade ou não de nova cirurgia.

Felizmente a maioria dos pacientes quando bem indicados alcançam a independência ao óculos e ficam felizes com a sua opção pela cirurgia.

Para saber mais se é um bom candidato á cirurgia de miopia entre em contato conosco: Clique aqui e agende sua consulta.

Fale conosco